terça-feira, janeiro 31, 2006

Novo sítio

O Pensar Almeirim mudou-se para aqui.

quarta-feira, novembro 23, 2005

De pressa e bem, não há quem



Dei aqui conta da construção da Esplanada das Laranjeiras no passado mês de Agosto.
A urgência de ter aquele espaço pronto a tempo das eleições autárquicas levou a que o trabalho de calcetamento fosse executado de forma deficiente. É que, ainda não passaram quatro meses da inauguração, e já o pavimento abateu com as primeiras chuvas.
É o que dá as pressas!

segunda-feira, novembro 21, 2005

Confraria Gastronómica de Almeirim



Realizou-se ontem, 20 de Novembro, no Cine-Teatro de Almeirim a entronização da Confraria Gastronómica de Almeirim.
O pensar Almeirim deseja a todos os confrades almeirinenses os votos de parabéns, de felicidades e de muito sucesso na defesa do nosso património gastronómico.

segunda-feira, novembro 07, 2005

O povo que pague a crise

Depois de ter visto um anúncio público com a nomeação de uma assessora para a manutenção dos conteúdos da página oficial do Ministério da Justiça, auferindo o vencimento de 3.254,00 euros mensais, acrescido de subsídio de refeição, não fiquei nada espantado com a notícia publicada hoje (07.11.2005) no Correio da Manhã, que dá conta do aumento das despesas com os gabinetes ministeriais.
Os senhores governantes gastam e o povo que pague a crise.

quinta-feira, outubro 27, 2005

Novos mandatos

Iniciaram-se ontem, quarta-feira 26 de Outubro, as tomadas de posse dos novos membros dos órgãos autárquicos resultantes das eleições do passado dia 9, terminando esta ronda amanhã (sexta-feira) com a tomada de posse dos deputados da Assembleia Municipal e do executivo da Câmara Municipal.
Desejo a todos os autarcas eleitos nos mais diversos órgãos, Assembleias e Juntas de Freguesia, Assembleia e Câmara Municipal, os votos de um bom desempenho durante os próximos quatro anos em prol do desenvolvimento das populações.

quarta-feira, outubro 19, 2005

Almeirim merece melhor...?

Nas deambulações pelo espaço cibernáutico tento encontrar tudo o que diga respeito a Almeirim. Assim, pesquisei no blogger e encontrei um blog com o título "Almeirim Merece Melhor...". É sempre agradável encontrar um espaço de debate sobre o nosso concelho, onde o debate de ideias nem sempre se faz da melhor forma.
No entanto, ao ler o conteúdo daquele blog, fiquei bastante chocado com algumas das afirmações nele constantes.Vejamos:
No post intitulado Autárquicas 2005
1. "O PSD com a saída de alguns militantes quis criar a rotura e culpabilizá-los de algo que pudesse correr mal (...)".
O PSD de Almeirim não quis criar nenhuma rotura. Não foram os actuais dirigentes do PSD que expulsaram esses senhores do partido; foram eles que quiseram sair, já que não tiveram espírito democrático para aceitar uma derrota. Como tal, preferiram desfiliar-se do PSD e "vestir" a camisola do Partido Socialista, indo à procura de quem lhe pudesse dar algum tacho. São disso exemplos o ex-vereador e um ex-membro da Assembleia Municipal. O segundo integrou duas listas do PS (Câmara Municipal e Assembleia de Freguesia de Fazendas de Almeirim), enquanto que o primeiro preferiu apenas dar o seu apoio já que ser autarca é incompatível com cargos municipais.
2. "(...) quem não conhece de quem são familiares alguns dos candidatos que estavam em lugares elegíveis.".
Que eu saiba, são unicamente as pessoas que compõem das listas candidatas a serem sujeitas ao sufrágio dos eleitores e não os seus familiares. Mas, mal que pergunte, o que é que o Sr. Melão (autor do blog acima referenciado) quer dizer com aquela frase? Não sabe que é feio proferir insinuações sobre terceiros? E com que fundamento as fez?
No post Que imprensa temos?, oferece-me dizer o seguinte:
1. O autor daquelas linhas tenta iludir os leitores, fazendo crer que o PSD exerce poder sobre os órgãos de comunicação social regional e local. Nada mais falso. Até porque o PSD nem sequer é poder em Almeirim.
2. É evidente que aumentou o fosso entre o PSD e a CDU. É inegável. Porquê? A CDU teve uma vereador interventiva ao longo de quatro anos, acompanhada de um grupo na Assembleia Municipal que sempre mostrou trabalho, enquanto que os autarcas eleitos pelo PSD em 2001, ou melhor, os GIPA sempre andaram ao sabor da corrente. O ex-vereador nunca teve ideias próprias: ou alinhava com as propostas da CDU ou, mais no final do mandato, com os interesses do PS. E na Assembleia Municipal, quem não se lembra das intervenções daquele deputado de Paço dos Negros que até chegou a levar uma garrafa com a água suja que saía das torneiras da sua terra. Será que a água de Paço dos Negros já é límpida e cristalina?
Quero com isto dizer que o PSD sofreu, nas urnas, com as indefinições e com as ausências daqueles que foram eleitos em 2001 e decidiram, por vontade própria, deixar de representar o partido pelo qual foram eleitos, defraudando as expectativas daqueles que os elegeram.
3. Na Assembleia de Freguesia de Almeirim é certo que o PSD perdeu um mandato, reduzindo de três para dois os representantes neste órgão. Perdeu o terceiro elemento por um voto. Mas não deixou de ser a segunda força na freguesia de Almeirim, porque teve mais votos que a CDU.
4. Não é justo tentar assacar responsabilidades individuais às pessoas referidas (Humberto Neves, João Lopes e Pedro Pisco, respectivamente presidente e vice-presidentes do PSD/Almeirim). As responsabilidades são colectivas e só serão prestadas aos militantes do PSD que comparecerem no plenário de secção marcado para o próximo mês de Novembro. Por falar em plenário, foi coisa que os senhores que estiveram à frente do PSD até Outubro de 2004 nunca fizeram: ouvir o que os militantes tinham a dizer.
Por isso "Sr. Melão", se é militante do PSD receberá na sua residência uma convocatória para estar presente na reunião magna dos militantes da secção de Almeirim. Se deixou de ser militante, paciência... a escolha foi sua.

quinta-feira, agosto 18, 2005

Autárquicas 2005 - algumas considerações

Terminou, na passada terça-feira (16.08.2005), o prazo para formalizar as candidaturas aos órgãos autárquicos.
Em Almeirim, algumas novidades, a saber:
- O candidato do CDS-PP à Câmara Municipal de Almeirim;
- O número dois da lista do Partido Socialista à Câmara;
- A "despromoção" do actual número dois do executivo camarário para um décimo lugar na lista da Assembleia Municipal.
Há, ainda, duas "meias-surpresas". Digo "meias" porque já era de esperar que algum dos actuais membros do GIPA (ex-PSD) integrasse as listas do PS. É caso para dizer que são do PS desde pequeninos!